Pesquisa aponta que flexibilidade no trabalho é fator decisivo para 83% dos profissionais

De acordo com uma pesquisa, realizada pelo International Workplace Group (IWG), 83% dos entrevistados afirmaram que a flexibilidade é ponto fundamental no momento de escolher ou aceitar uma proposta de emprego. O questionário foi aplicado em 15 mil pessoas de 80 países, incluído o Brasil.

“Startups e empresas brigam por talentos, mas, como startups costumam oferecer ambientes de trabalho e horários mais flexíveis, as empresas têm buscado se aprimorar nisso”, aponta Tiago Alves, CEO do IWG no Brasil.

Além de reter ou atrair talentos, muitas empresas “tradicionais” estão adotando práticas de flexibilização para aumentar a eficiência dos seus colaboradores. “Tinha uma época em que o funcionário era interpretado como uma pessoa que não produzia, mas, embora hoje ainda haja preconceito com essa modalidade, a sociedade está mudando e hoje as empresas remuneram por produtividade”, afirma Tiago Alves.

Texto escrito com base nas informações da matéria publicada no jornal Estado de São Paulo. /// Imagem: autor (a) desconhecido (a). /// Montagem, edição e texto: EPG Consultoria ///

*Proibido a cópia, total ou parcial, do conteúdo sem o consentimento prévio e expresso do autor.

#flexibilidade #gestãodepessoas #retençãodetalentos #consultoria #consultoriaempresarial #gestãoempresarial #gestão #gestãopme #consultoriapme

Lego anuncia lançamento de peças em braille

Durante uma conferência de marcas sustentáveis em Paris, na França, a Lego anunciou, na última quarta (24), o lançamento de peças em braile, sistema universal de leitura e escrita destinado a deficientes visuais. Segundo a empresa, as peças levarão a letra ou caractere impresso para que as pessoas, principalmente pais e professores, conheçam essa linguagem.   

Em comunicado, a empresa revelou que “o conceito por trás dos blocos de braille da Lego foi inicialmente proposto à Fundação Lego em 2011 pela Associação Dinamarquesa dos Cegos e novamente em 2017 pela brasileira Fundação Dorina Nowill para Cegos”. Além do Brasil e Dinamarca, Reino Unido e Noruega também participaram do desenvolvimento dos protótipos.

O lançamento está previsto para 2020 e a Lego enviará os produtos gratuitamente para instituições parceiras em vários países. No Brasil, a Fundação Dorina Nowill será a responsável por receber e distribuir o material, que, inicialmente, será enviado para Bahia, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo.


Texto escrito com base nas informações da matéria publicada no jornal Estado de São Paulo e do portal G1. /// Imagem: foto de divulgação. /// Montagem, edição e texto: EPG Consultoria ///

*Proibido a cópia, total ou parcial, do conteúdo sem o consentimento prévio e expresso do autor. ///

#brinquedo #inclusãosocial #deficientevisual #braille #impactosocial #educação