Avanço da informalidade faz aumentar desigualdade de renda no país, aponta Ipea

Um levantamento divulgado nesta quarta-feira (18) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que, embora o desemprego tenha caído e a massa salarial aumentado, o avanço da informalidade no mercado de trabalho fez crescer a desigualdade de renda no país nos últimos anos.

O instituto mostrou que, no 1º trimestre de 2019, a renda domiciliar do trabalho da faixa de renda alta era 30,1 vezes maior que a da faixa de renda muito baixa. No 2º trimestre, essa diferença aumentou para 30,5 vezes, “praticamente igualando o pico da série histórica (30,6) atingido no terceiro trimestre de 2018”.

“Adicionalmente, nota-se que os efeitos da crise econômica sobre o mercado de trabalho, sobretudo em 2015 e 2016, geraram não apenas uma expressiva dispensa de trabalhadores como também uma queda dos salários de contratação, dado que a única faixa de emprego com saldo positivo no período era a que remunerava até 1,0 salário mínimo. A partir de 2017, o país voltou a gerar vagas com salários entre 1,01 e 2,0 salários mínimos, no entanto em proporções mais modestas”, destacou o relatório do Ipea.

A pesquisa considerou os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

*Trechos da matéria publicada no “G1”.

**Foto: Rede Globo.

Magazine Luiza chega ao Norte com a inauguração de 19 lojas

O Magazine Luiza fincou bandeira no Norte do País nesta segunda-feira, 16, com a inauguração de 19 das 50 lojas programadas para funcionar no Pará até o fim de outubro. Ao todo, a companhia está investindo R$ 60 milhões para abrir unidades em 34 municípios do Estado, além de um centro de distribuição na região metropolitana de Belém.

Segundo Fabrício Garcia, vice-presidente do Magazine Luiza, neste ano a empresa decidiu entrar no Pará e no Mato Grosso por causa do potencial de consumo. No Mato Grosso foram abertas quatro lojas e um centro de distribuição. A intenção é fechar o ano com 20 pontos de venda. Os investimentos somaram R$ 25 milhões no Estado.

Claudia Bittencourt, diretora-geral do Grupo Bittencourt, consultoria especializada em varejo, calcula que a Região Norte tem potencial de consumo de móveis e eletrodomésticos de R$ 11 bilhões, sendo 44% disso apenas no Pará. “O potencial de consumo da região Norte está muito próximo do potencial do Centro-Oeste”, diz.

*Trechos da matéria publicada no “Isto É Dinheiro”.

**Foto: divulgação.

Jornal DCI anuncia que encerrará as atividades no impresso e no digital

O DCI (Diário Comércio Indústria & Serviços), jornal de economia fundado em 1934, anunciou que encerrará todas as suas atividades no país. A última edição irá circular na próxima segunda-feira (23) e o site do jornal também será encerrado.

O jornal pertence ao grupo SolPanamby, da família Quércia, que também é dono de rádios como a Nova Brasil FM, além de negócios imobiliários e no ramo de café. A empresa adquiriu o DCI em 2002.

“Apesar de todo o esforço e dedicação, a longeva crise econômica do país, acompanhada da atual conjuntura do cenário regulatório, além da própria mudança da sociedade na maneira de consumir informação, levou seus acionistas a decidirem pelo seu encerramento, sendo sua última edição em 23/09/2019”, informou a empresa, em comunicado.

*Trechos da matéria publicada no “G1”.

**Foto: divulgação.