Venezuelanos empreendem para recomeçar a vida em Roraima

Foto: Valéria Oliveira/G1

A imigração venezuelana transformou Roraima em diversos aspectos e também tem provocado mudanças na economia. Driblando o desemprego, venezuelanos que chegam ao estado estão empreendendo para recomeçar a vida no Brasil.

Segundo a Junta Comercial, Roraima tem 181 venezuelanos donos próprio negócio. Mais de 30% deles se registrou como como Microempreendor Individual (MEI) entre janeiro e maio deste ano. O número quase supera o registrado no ano passado quando 64 microempresas foram abertas por venezuelanos.

O barbeiro Elvin Luiz Aguilera, de 30 anos, que imigrou para Roraima em 2017 hoje tem seu próprio negócio. Ele investiu R$ 2 mil para a abrir sua barbearia e hoje fatura cerca de R$ 3,5 mil por mês.

O ex-policial Cona, quando ainda estava na Venezuela, tentou por duas vezes empreender. Mas foi só quando imigrou para Boa Vista que conseguiu realizar seu sonho. Ele tem uma oficina mecânica e hoje também emprega imigrantes.

*Trechos da matéria publicada no portal G1. Cliquei aqui e leia a notícia completa.